Acre terá jovem embaixador na ‘Brazil Conference’ nos EUA

Publicado em 15 de janeiro de 2019

Ele tem apenas 18 anos, mas já é um veterano no meio literário do Acre. Desde cedo Jackson Viana coleciona conquistas na área. Foi ele que fundou a Academia Juvenil Acreana de Letras (Ajal), na época com 14 anos de idade.  Em 2017 seus escritos extrapolaram as fronteiras regionais e o colocaram em 2º lugar a nível nacional do Prêmio Moutonnée de Poesia.

Sua mais recente conquista o leva ainda mais longe e lhe dá projeção internacional. Agora o escritor irá representar a região Norte na Brazil Conference at Harvard & MIT, que será realizado nos Estados Unidos da América este ano.

“Mais do que qualquer honraria, é uma grande responsabilidade, porque fui selecionado entre jovens líderes também muito atuantes. E sei que preciso me esforçar para fazer mais do que o esperado, para que essa oportunidade não se torne somente uma realização pessoal e eu consiga representar os jovens do meu estado”, conta.

O acreano foi escolhido entre mais de 7 mil jovens líderes universitários para ser um dos dez embaixadores que participarão das discussões do evento. Viana acredita que essa conquista se dá graças a seu trabalho com os jovens escritores do Acre.

“Me sinto muito feliz pela confiança que me foi depositada e o reconhecimento ao meu trabalho, o qual desde muito jovem realizo com muito esforço e fé em bons resultados”, ressalta.

Da escola pública para o mundo

Viana estudou todo o ensino básico nas escolas públicas do Acre, e ainda criança começou a escrever contos e poesias. “Desde pequeno, sempre gostei muito de ler e assistir ficção na televisão. Aos oito anos, comecei a escrever contos e poesias e, já aos 12, resolvi publicar o meu primeiro livro”, conta.

Desde então, sua vida tem sido dedicada ao universo literário.  “Aos 13 anos eu, sozinho, idealizei a Ajal. Aos 14 anos fundei e me tornei presidente da mesma, para que outros jovens com o dom da escrita pudessem ter a oportunidade de ter seu trabalho reconhecido e valorizado”, relembra.

Apaixonado por textos clássicos, o nortista conta que entre suas referências estão escritores consagrados como Olavo Bilac e Vinícius de Moraes. Sua grande inspiração é a autora Glória Perez: “Sempre gosto de reafirmar que, talvez se não existisse a Glória, eu não teria acreditado que poderia me tornar um escritor. O fato dela escrever para Globo e ser acreana sempre me motivou bastante”, revela.

Viana concluiu o ensino médio em 2017, na Escola Estadual José Rodrigues Leite, e atualmente é acadêmico de direito da Faculdade da Amazônia Ocidental. Além disso, ainda ocupa o cargo de presidente da Ajal.

Para o universitário, participar do congresso significa mais que uma projeção internacional. Segundo ele, é uma forma de resgatar os sonhos e as esperanças de outros estudantes nortistas que precisam ser ouvidos.

Brazil Conference

A Brazil Conference é uma iniciativa da comunidade brasileira de estudantes em Boston para promover o encontro com líderes e representantes da diversidade brasileira. Tem como missão estabelecer um espaço plural para o debate e criação de ideias sobre o futuro do Brasil.

Este ano vai ser sediada em abril, nas Universidades de Harvard e MIT, em Boston, Massachusetts.  Ansioso, o universitário conta que é uma porta que se abre para a região, já que ele é o primeiro jovem do Acre a ser escolhido para participar dessa experiência.

“Com certeza não será a última vez, até porque uma das minhas missões de vida é ajudar a minha geração a perceber que nascer no Acre jamais pode ser obstáculo para alcançar o mundo”, destaca.



COMENTÁRIOS: