Alfabetizadores do Quero Ler participam de formação pedagógica

Publicado em 23 de fevereiro de 2018

Apoiar os educadores na elaboração e planejamento de suas aulas é o objetivo da primeira formação pedagógica de 2018 ofertada aos alfabetizadores do Programa Quero Ler. Cerca de 120 profissionais das zonas urbana e rural de Rio Branco estão participando.

A coordenadora estadual do projeto, Augusta Rosas, explica que a formação tem como objetivo capacitar os profissionais para trabalhar com alfabetização de jovens e adultos. “São as orientações gerais sobre o processo de ensino-aprendizagem.”

Rosas lembrou ainda que a formação é 100% pedagógica. “Porque 95% dos alfabetizadores estão indo para a sala de aula pela primeira vez”, salienta. “E, consequentemente, precisam de mais orientação e apoio.”

A alfabetizadora Eulândia Freitas, do Ramal Liberdade, é uma das novatas. “Nunca dei aula, então essa formação é essencial, porque aqui estamos aprendendo na prática desde preparar uma aula até aplicá-la”, ressalta.

A formação está sendo realizada na capital, no Centro de Referência e Inovação Tecnológica (Crie), e teve a duração de cincos dias. O encerramento será na tarde desta sexta-feira, 23.  Além de Rio Branco, a formação vai ser realizada em todas as outras localidades onde o programa atua.

Nos demais municípios a formação vai ser aplicada dia 27 deste mês e beneficiar diretamente 800 turmas.

O programa

O Quero Ler é um programa criado pelo governador do Estado e tem como meta erradicar o analfabetismo no Acre até o fim deste ano. Até o momento, o programa já atendeu 49 mil pessoas. As aulas deste ano se iniciam dia 12 de março e mais 12 mil novos alunos serão contemplados. Com isso, até o fim do ano, serão 61.347 jovens e adultos diretamente beneficiados dentro do Quero Ler.



COMENTÁRIOS: