Comunidades do Bujari ganham reformas de escolas

Publicado em 29 de junho de 2018

Reformas das escolas garantem a aprendizagem do ensino às comunidades.
Foto: Stalin Melo

Mais duas escolas, agora no município do Bujari, podem oferecer mais e melhores condições de ensino para os alunos da zona rural, a Nossa Senhora da Esperança, localizada no km 42 do ramal Mário Lobão, e a São Pedro II, no km 30 do ramal do Ouro, na reserva estadual do Antimari.

As reformas foram realizadas com recursos do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser). Além delas, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), ainda entregará no município outras duas escolas, a Nova Vida e a Maria do Carmo Ramos.

O secretário adjunto de Alfabetização, Evaldo Viana, acompanhado da diretora de gestão da SEE, professora Rosária Solon, pelo coordenador de Ensino Rural, Antônio Trindade e do deputado federal Leo de Brito, fizeram questão de prestigiar a entrega das escolas aos alunos, professores e toda a comunidade escolar.

Ambiente mais bonito ajudam na aprendizagem dos alunos.
Foto: Stalin Melo

As reformas das escolas contemplam pintura, troca de piso, reforma e ampliação dos banheiros, da cozinha e, no caso das escolas do Bujari, até a construção de novas salas de aula, aumentando o número de vagas. A Nossa Senhora da Esperança, que tinha somente 35 alunos, agora tem quase 100.

Seu Tarcísio Paiva é morador e pai de aluno da escola Nossa Senhora da Esperança. Para ele, o governo realiza um bom investimento na educação rural do município. “Como pai, o investimento é uma coisa muito boa que todo o morador necessita e deseja ter em sua comunidade”, afirma.

O professor Arlindo Nascimento de Souza, que é o responsável pela escola, destaca a importância da reforma. “Hoje temos uma escola muito bonita, boa mesmo, e uma escola reformada, pintada, atrai os alunos e melhora muito a nossa aprendizagem”, faz questão de dizer.

O professor Evaldo Viana explica os investimentos realizados pelo governador Tião Viana para garantir a qualidade do ensino na zona rural. “Num passado não muito distante não tínhamos educação em tão alto nível como estamos ofertando hoje e esse é o nosso grande objetivo, ofertar não apenas as vagas, mas garantir a aprendizagem”, enfatiza.



COMENTÁRIOS: