Educação amplia ações e fortalece relacionamento com as famílias

Publicado em 15 de abril de 2019

O objetivo é fazer com que a inovação e a tecnologia estejam ao alcance de mais estudantes

 

 

 

Alunos da Escola Sebastião Pedrosa participam de Oficina de Xadrez (Fotos: cedidas pelo departamento de inovação da SEE)

Oficinas reforçam o aprendizado de forma dinâmica e divertida (Foto: cedida pelo departamento de inovação/SEE)

Diversas atividades na área da inovação e da tecnologia educacional têm sido realizadas pela Secretaria Estadual da Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio do Centro de Estudo de Línguas (CEL), Núcleo de Tecnologias Educacionais (NTE) e Centro de Matemática, Ciências e Filosofia (CMCF). São cursos e oficinas de Xadrez, Matemática Divertida, Anatomia Humana, Eletrodinâmica e Magnetismo, Iniciação à Robótica, dentre muitos outros. Alguns desses, que já são oferecidos nos espaços disponíveis no Centro de Referências e Inovações Educacionais (CRIE), estão sendo levados agora para as escolas da rede pública estadual.

Segundo a professora Raquele Nasserala, chefe do departamento de inovação da SEE, o objetivo é fortalecer o ensino e oferecer ferramentas para que o aluno aprenda com mais facilidade.

“Isso enriquece o ensino já oferecido. Agora, se há uma escola com dificuldade no ensino em algumas das áreas, seja de humanas ou exatas, ou um professor que gostaria de

Oficinas reforçam o aprendizado de forma divertida (Foto: cedida pelo departamento de inovação/SEE)

uma metodologia diferente pra ensinar determinado conteúdo, o centro dá esse suporte por meio das oficinas”, explica Nasserala.

Na última sexta-feira, 12, aconteceram Oficinas de Xadrez, Matemática Divertida e de Física para os estudantes da Escola Sebastião Pedrosa, organizadas pelo CMCF.

Enquanto isso, o Centro de Línguas, que iniciou o ano letivo no dia 18 de março, promovia um encontro de acolhimento para cerca de 300 pais de alunos. Oportunidade para que conhecessem o Regimento Interno do CEL, direitos e deveres dos alunos, sugerissem ações e tirassem dúvidas sobre o dia a dia na unidade de ensino.

“Foi um momento singular para nossa equipe. Essa aproximação com a família é um excelente começo para se desenvolver um bom trabalho e é muito bom também perceber a confiança dos pais em relação à qualidade do ensino aqui no CEL”, relata Kellen Duarte, coordenadora geral do CEL.

Acolhimentos aos Pais no CEL (Foto: cedidas pelo departamento de inovação/SEE)



COMENTÁRIOS: