Educação e Direitos Humanos se unem no combate ao racismo

Publicado em 16 de maio de 2018

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE) e a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH), realizou um seminário com alunos da rede pública para fortalecer a luta pelo combate ao racismo, ao machismo e todas a formas de violência e preconceito.

O encontro aconteceu no auditório da SEE e foi protagonizado pelos próprios estudantes, que tiveram a oportunidade de se posicionar em relação a essas formas de preconceito e violência de forma lúdica, por meio do teatro, da música e também de vídeos educativos.

Estudantes participaram do seminário como protagonistas das transformações sociais.
Foto: Mardilson Gomes

Os debates são realizados pelos próprios alunos, que são protagonistas em suas escolas e que apresentam os temas em forma de música, de teatro e de poesias. Tudo isso para que eles possam se tornar elementos de transformação na sociedade.

De acordo com a diretora do Departamento de Igualdade Racial da Sejudh, Almerinda Cunha, essas formas artísticas ajudam a contrapor a violência que hoje é praticada contra negros e mulheres. “Nós vamos ensinar para a juventude as músicas que pregam a cultura de paz, que pregam a igualdade racial e o respeito às mulheres”, disse ela.

Para a coordenadora de educação, direitos humanos, cidadania e diversidade da SEE, Isis Melo, o seminário é parte de um movimento realizado pelo governo do Acre a fim de realizar a junção de dois elementos (arte e educação) para que os estudantes se interessem  mais por temas sociais.

“O lúdico é uma forma de fazer com que os estudantes possam interagir com esses temas ligados ao combate ao racismo e ao machismo de maneira prazerosa, fazendo com que eles se interessem mais pelo debate”, afirmou a professora.

Inicialmente, o seminário acontece somente em Rio Branco, mas ela não descarta a possibilidade desse debate ser realizado também em outros municípios acreanos, atingindo um maior número de alunos da rede pública.

 

 



COMENTÁRIOS: