SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E ESPORTE DO ACRE 

notícias

da

educação

Professores de língua estrangeira encerram capacitação no CEL

 

Visando especializar os professores de língua estrangeira de Rio Branco, o Centro de Estudo de Línguas (CEL) ofereceu uma capacitação especial para os educadores de espanhol e língua inglesa. Na última sexta-feira, 28, o curso foi encerrado com festa entre os participantes.

A atualização de conhecimentos se deu, no curso de espanhol, por meio de uma parceira da Secretaria Estadual de Educação (SEE) com o Conselho de Educação da Embaixada no Brasil, e, no inglês, através de uma consultoria. Antony Luque apresentou aos professores a importância das oficinas ministradas.DSC 0018 1

“Nesta capacitação eu proporcionei aos professores de espanhol a necessidade de se atualizar nessa língua, que assim como tantas outras, tendem a sofrer mudanças no decorrer dos anos. Aqui eles recebem suporte para adaptar a língua na sala de aula, com seus alunos”, afirma.

O professor de espanhol Antonio Paulo ministra aulas na rede pública e reitera a necessidade de conhecer as mudanças na língua, por meio de uma atualização. “É uma oportunidade para reaprender uma língua e suas novas versões. A gente precisa entender as mudanças que ocorrem nos países e suas culturas, trocar experiências”, ressalta.

A consultora de Inglês Ângela May, levou aos docentes métodos de ensinar a língua mais falada no mundo sem maiores dificuldades. “Passamos muitos exercícios de reflexão, de experimentação da língua, tudo para que o professor seja capaz de perceber se o aluno está compreendendo e se sentindo motivado”, comenta. Para May, é real a necessidade de inserir métodos comunicativos ao aluno no ensinamento da língua inglesa.

Jucicléia Félix é professora de inglês no CEL e se diz satisfeita com a especialização. “A maioria dos meus alunos tem medo de não conseguir falar o inglês em público e com os modelos de compreensão mostrados aqui me sinto mais a vontade trabalhar isso com eles”, garante.

A coordenadora do CEL, Claudenice Santos, destaca a oportunidade que esses professores tem de se atualizar num idioma. “As especializações nos cursos de idiomas oferecidos pelo CEL acontecem desde 2005, uma vez ao ano. A partir desde ano, as oficinas têm duração de 20 horas, durante cinco dias, em turno específico, escolhido pelo professor no ato da inscrição”. A capacitação é direcionada aos professore do CEL e também da rede estadual de ensino.

Conta