SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E ESPORTE DO ACRE 

notícias

da

educação

Ações integradas da Educação e PM garantem segurança na escola João Aguiar

DSC 0480

Desde o dia 02 de novembro, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE) e a Policia Militar (PMAC) instituíram um novo formato do Policiamento Escolar, com novas metodologias, intensificando ainda mais a presença nas escolas e reforçando a segurança.

De acordo com o coordenador do Policiamento Escolar, Tenente João Jácome, essa nova metodologia possui tem pontos distintos: a ronda nas escolas, as operações no perímetro escolar e ainda as palestras preventivas que são realizadas com os estudantes.

Na escola João Aguiar, localizada no conjunto Manoel Julião, essa nova rotina não tem sido diferente. Por meio das rondas, explica, o policial, que tem um olhar diferenciado, adentra o espaço escolar, conversa com os alunos e servidores e tira dúvidas sobre segurança. “E a João Aguiar é uma dessas escolas onde estamos presentes”, enfatiza.

E para dar uma resposta rápida e imediata às últimas ocorrências, o governo tem agido rápido. Seja reforçando as grades de segurança, seja por meio da presença policial, seja pela reposição de materiais por meio da SEE. “Estamos nos movimentando e dando respostas imediatas”, esclarece a diretora de gestão, professora Rosária Solon.

Além de reforço de 8 viaturas, medidas também estão sendo adotadas para dificultar a ação de bandidos, como o muro da escola e a presença de vigias, que passarão a trabalhar no período da noite, além do monitoramento eletrônico, que já existe na escola.

Para o diretor da João Aguiar, professor Vanderley Pereira Rocha,  a resposta do governo para combater a violência na escola está acontecendo. Destaca que faltam “detalhes”, mas reconhece que medidas estão sendo adotadas, como a presença de peritos para identificar as falhas na segurança que necessitam ser corrigidas.

“A escola tem sido vítima de invasões, o que é um problema, mas algumas ações tem sido tomadas, como o reforço das grades, reuniões com a cúpula de segurança, a limpeza dos entulhos e também a presença de vigias. Tudo para minimizar esses problemas em nossa escola”, afirma.  

Conta