Professores da EJA concluem curso em matemática

Publicado em 8 de março de 2018

Uma noite animada, regada a poema e paródias marcou o encerramento do curso de Aperfeiçoamento em Educação de Jovens e Adultos na Diversidade: alfabetização matemática na EJA I.

A solenidade foi realizada na noite de terça-feira, 06, na Universidade Federal do Acre (Ufac).  Além dos amigos e familiares dos 60 cursistas, participaram do ato também representantes do Instituto Federal de Ensino Superior (Ifes) e da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE).

Rúbia Cavalcante, diretora de ensino da SEE explica que a oficina teve como objetivo “trazer para os professores da EJA uma capacitação visando ampliar as competências dos docentes com as habilidades matemáticas”.

O curso teve duração de seis meses. As aulas ocorreram na Ufac e no Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja). A coordenadora Adjunta do curso Adelzita Pacheco, explica que o curso atendeu uma demanda local – a formação continuada dos professores que trabalham com o ensino de jovens e adultos.

“O EJA tem muitas especificidades por trabalhar com um público específico e os professores precisam estar preparados para lecionar para esses estudantes. O curso veio para apoiar os docentes nesse desafio que é alfabetizar”, destaca.

O Reitor da Ufac, Minoru Kinpara, lembrou que a universidade é um patrimônio da sociedade acreana e deve trabalhar para cumprir o seu papel social e educacional.

“É dever da universidade, trabalhar e fazer essa interação com os sistemas municipais e estaduais. E contribuir com a formação dos professores que atuam na educação básica é um projeto que engradece o trabalho da Universidade”, ressalta.

Pacheco lembrou ainda que foram trabalhados os componentes específicos da matemática. “Houve oficinas em que eles puderam utilizar os recursos e materiais que facilitou o ensino e aprendizagem da matemática”.

Samara Martins, professora da zona rural de Rio Branco foi uma das cursistas.  Ela trabalha com a EJA há um ano e diz que a formação foi essencial para auxiliar no processo de ensino-aprendizagem.

“Nós professores, principalmente os da zona rural, temos muita dificuldade em ensinar a matemática. Esse curso nos trouxe esse apoio, porque nos mostrou as diferentes didáticas que podemos utilizar para que haja uma melhor assimilação do conteúdo”, diz.

O EJA

O EJA é uma modalidade de ensino da SEE, destinado à alfabetização de alunos que por alguma razão não tiveram a oportunidade de concluir a educação básica na idade certa. De 1999 a 2017 mais de 500 mil alunos já foram atendidos em todo o Estado.

 



COMENTÁRIOS: