Quando o sonho da graduação se torna realidade

Publicado em 2 de Abril de 2018

Mais de 80 estudantes concluiram os cursos de Matemática e Pedagogia.
Foto: Stalin Melo

Desde que o governo do Acre, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE) e a Universidade Federal do Acre (Ufac) implementaram o Programa Especial para a Formação de Professores em Matemática (Proemat) e o Plano Nacional de Formação de Professores (ParFor) em nosso Estado, muitos jovens realizaram o sonho de fazer uma graduação.

No dia 27 de março, para se ter uma ideia da dimensão social desses programas, mais de 80 estudantes concluíram a graduação em Matemática (Proemat) e Pedagogia (ParFor) em Cruzeiro do Sul. A solenidade de formatura aconteceu no Teatro dos Nauas, como as presenças do secretário Marco Brandão (SEE) e do reitor da Ufac, Minoru Kimpara.

Dias antes, no dia 23 de março, uma outra formatura do Proemat já havia acontecido no município de Tarauacá, com a formação de 25 novos professores de Matemática. E outras formaturas ainda estão previstas para acontecer em outras cidades, inclusive em algumas de difícil acesso.

Na solenidade, o secretário Marco Brandão destacou a importância da formação dos jovens, oportunizando, além da qualificação profissional, ingresso no mercado de trabalho. “Essa parceria com a Ufac fortalece o acesso ao ensino superior aos nossos jovens”, afirmou.

Pelo Proemat, foram ofertadas 400 vagas, distribuídos da seguinte forma: 200 para Rio Branco, 100 para Cruzeiro do Sul, 50 para Brasileia e 50 para Tarauacá. As aulas tiveram inicio em julho de 2013 e o curso, realizado no período noturno, tem um total de 2.900 horas.

O acompanhamento da formação é realizado pela coordenação de Ensino Superior e Educação à Distância da SEE e os professores dos cursos, em sua quase totalidade, são da própria Ufac. O Proemat oferece curso de licenciatura plena em Matemática e tem uma duração que varia entre 8 e 10 semestres.

 

Já no Mestrado

Michael Araújo já foi aprovado no Mestrado da Ufac.
Foto: Stalin Melo

Entre os formandos em Matemática (Proemat) de Cruzeiro do Sul estava Michael Araújo de Oliveira. Aos 22 anos, ele já foi aprovado em um Mestrado, bem como em um seletivo para professor substituto da própria Ufac.

Michael entrou na faculdade desde que concluiu o ensino médio por meio do Proemat e já ministra aulas para o ensino médio desde o segundo período na escol Anselmo Maia de Carvalho.

“Era uma disciplina que a gente necessitava muito aqui em nossa região e eu fui aprendendo a gostar ao longo do curso. No início tive uma certa dificuldade, mas o professores nos incentivaram muito”, lembra ele.

 

Vender quibe para comprar a farda

A graduação em Pedagogia é a segunda formação de Raimundo Nonato da Silva Pereira, de 38 anos. Ele  já é formado em matemática, sendo professor da rede municipal de ensino de Cruzeiro do Sul.

Raimundo Nonato conseguiu concluir a segunda graduação.
Foto: Stalin Melo

Essas conquistas vieram depois de muitas dificuldades. Lembra que chegou a vender quibe, quando a mãe veio para a cidade, a fim de comprar a farda da escola. “Minha mãe veio para a cidade quando eu tinha seis anos, depois que meu pai morreu e passamos por alguma dificuldade”, afirmou.

Estudo e trabalho sempre foram atividades concomitantes na vida de Raimundo Nonato. “Escolhi Pedagogia porque assim a gente entende melhor a dinâmica de sala de aula e se qualifica para trabalhar com os alunos”, fez questão de dizer;

 

 



COMENTÁRIOS: